Dia dos namorados chegou e você aí sozinho (a), triste, achando que está caminhando para um precipício, no qual residem apenas seres mortais, “não amáveis”, onde se formam os tios e tias eternos, os quais possuem invariavelmente o pensamento de que: “Ninguém me ama, ninguém me quer. Bora ouvir love songs na rádio cidade”.

solteira

Mas, meus amigos, afirmo que TODA moeda tem dois lados, já diriam os filósofos de olhos puxados, com base no “ying yang”, que para toda “cara”, há uma “coroa”, ou ainda, segundo Caetano Veloso, para tudo na vida há o “avesso do avesso do avesso do avesso do avesso do avesso….”

Então, qual seria o lado bom de estar solteiro em pleno 12 de junho???

O fato notório é que você economiza o presente, oras. Agradar o parceiro (a) é algo, atualmente, caro. Um conjunto de lingerie que se preze, sai por mais ou menos uns 300 pilas, um relógio de qualidade não sai por menos que 500, CD`s (soluções de outrora) já não agradam mais, principalmente após o Torrent, DVD`s a mesma coisa, um jantar bacana, não custa menos do que os três dígitos e por aí vai.

Além disso, ainda há a oportunidade de você ir para a balada, curtir, dançar, beber, beijar quem, e quantos, quiser, trepar, não trepar, pirar, fazer um bate e volta para a praia, sei lá, a mente é seu limite.

Você não precisa também, dar satisfações para ninguém, além de não criar falsas expectativas. Porque, vai que você cria um jantar romântico à dois, faz uma maminha na cachaça com rösti de mandioquinha ou camarão tailandês, cuja sobremesa seria pera com vinho tinto, e a(o) namorada(o) chega e diz “não estou bem, não vou comer” ou algo do tipo. Ainda e se você se prepara toda para enfrentar a noite e o sujeito nem se deu ao “luxo” de trocar a cueca freada.

Exemplos há a granel, poderíamos tecer inúmeros deles, mas ilustramos bem a situação.

Além de tudo, você ainda teria o DESPRAZER de enfrentar uma fila magnânima de motel, onde provavelmente ficará dentro do carro por horas, fuçando no “zap zap” ou facebook, vendo todos que você conhece já na curtição.

Ademais, pense que se você estivesse com um par, a pergunta não seria: “Cadê o(a) namorado (a)?”, mas “E o filho chega quando?” ou “O Júnior quer um irmão, vocês vão providenciar?”. Ou seja, a pergunta indiscreta e boçal viria de qualquer forma, pois o problema não estaria em você, mas na pessoa que pergunta, por faltar-lhe tato.

Certo é que esse texto torna todo e qualquer relacionamento inviável, MAS, temos que ressaltar, que o relacionamento tem o lado bom também, basta alguém encontrar. (risos)

Brincadeira, como esse texto foi escrito para você, solteiro ou solteira, não iremos abordar o lado bom dos relacionamentos, porque o precipicio pode estar logo aí.

Por fim, mencionamos a nobre canção da Pedra Letícia, bora ligar o mp3 do carro e curtir mais um dia.

Libertas Quae Sera Tamem

A nossa vida era um mar de rosas
O amor reinava em nosso doce lar
Todos os dias roubava flores
Só pra lhe agradar

Café na cama, um cineminha
Eu cozinhava o nosso jantar
e preparava nossa caminha
Tomava um banho pra lhe namorar

Subtamente você me deixou
e foi embora com seu novo amor
Me levou tudo, fiquei sem nada
Meu mundo acabou

Levou meu rádio e a torradeira
e até meu grill George Foreman também
Você não estava pra brincadeira
Agora não me restou mais ninguém

NINGUÉM…
Pra me encher o saco
Eu tava atravessado de você pegando no meu pé
Agora eu tô folgado
Eu gasto o meu salário com o que eu bem quiser
90% eu gasto com o que é bom
Os outros 10% ficam com o garçom
Eu nunca fui tão feliz

Agora eu tô solteiro
Vou por um freezer de cerveja na sala de estar
E o outro no banheiro
Eu posso encher a cara sem ninguém pra me amolar
Eu já não sinto falta de você
Eu tenho assinatura da playboy tv
Eu nunca fui tão feliz

90% eu gasto com o que é bom
Os outros 10% ficam com o garçom
Eu nunca fui tão feliz

Eu já não sou um santo
Se eu olho uma garota eu não preciso disfarçar
Eu lhe agradeço tanto
Eu acho que até que você demorou pra me largar
Pois volte pra buscar aquele abajur
O grill do George Foreman você põe no cu
Eu nunca fui tão feliz

éééé

wou yeah! “