Os homens sempre se questionaram sobre como entender as mulheres. O que eles realmente não entendem é que nós, mulheres, não somos seres para serem entendidos. A mulher tem que ser sentida. No dia que o homem entender que não somos feitas de operações lógicas de matemática, mas de sentimentos, ele encontrará a fórmula exata de nos fazer felizes.

Uma mulher não é um ser complexo, cheio de oscilações de humor ou constantes rompantes ou uma eterna TPM. Não! Uma mulher é um ser simples, dotado da imensa capacidade de amar. Sim, simples! Por que a mulher não tem que ser entendida, mas sentida. Uma mulher é feita dos mais nobres e puros sentimentos. Ela nada mais é do que um emaranhado de emoções.

Uma mulher guarda para si a responsabilidade de ser um grande ser, uma pessoa bem sucedida, boa esposa/namorada, boa filha e mãe, boa amiga, excelente profissional e dona de casa, acumulando tudo isso ao fato de se manter bonita, sensual e sempre disposta. Uma mulher tem que ter a nuance de ser sensual, sem ser vulgar. Por que se não chegar ao bom senso disso, a vulgaridade a trará conseqüências sociais drásticas.

A mulher deve ser sentida e não entendida por que a única coisa que carrega em si é o desejo de ser amada. Ela não precisa de presentes caros, mas uma simples demonstração de carinho. Ela não precisa de uma mansão, se em um casebre estiver cercada de atenção e afeto. O homem tende a achar a mulher complicada, por alegar que nunca sabemos o que queremos. E não! Sabemos sim, o que queremos! Queremos um homem que consiga nos beijar com o amor e o carinho que queremos quando estamos tristes e com o desejo necessário quando estamos excitadas. Queremos um homem que saiba nos acolher em seus braços quando o dia foi estressante, assim como quando fazemos amor gostoso.

Queremos um homem que saiba nos pegar no colo quando estamos doentes, assim como quando queremos sexo. Queremos um homem que ao nos verem abarrotadas de afazeres, ao invés de reclamarem, partilhem, para depois curtirmos juntos. Queremos um homem que nos olhem nos olhos com afeto, em cujo olhar se encontram as palavras mais doces. Por que somos feitas de amor. Somos feitas dos mais puros sentimentos. E não devemos ser entendidas. Devemos ser sentidas!

O que os homens não entendem é que, por exemplo, um beijo, quase sempre, é o melhor combustível para excitar uma mulher. Não somos buracos. Nossa pele deve ser tratada como a mais nobre seda. Ela deve ser acariciada, alisada. Nosso corpo deve ser tratado como uma pedra preciosa e a melhor refeição que se conheça. Deve ser admirado, mesmo cada defeitinho. Deve ser apreciado e degustado. Deve ser tocado, beijado… O homem deve ter o cuidado de apertar e acariciar ao mesmo tempo. Demonstrar respeito com aquele ser frágil e entregue.

O corpo de uma mulher é um templo, mas não só de prazer. De sentimentos. Então, não basta o homem dar a ela o maior prazer do mundo, se não alimentar seus anseios por um afeto após a transa, um afago durante um beijo, ou um simples olhar enquanto estão fazendo amor.

Então, homens, atentem-se: mulheres não são carros ou máquinas, cheias de fórmulas ou mecânicas básicas para serem entendidas. Não! Mulheres são seres simples, cercados de sentimentos ambíguos que a tornam única e que precisam ser sentidas! Então, deliciem-se e passem a sentir as mulheres!

Fran @Afessorinha