impotencia O alcoolismo e a impotência sexual

Geralmente, a ingestão do álcool em doses moderadas estimula sexualmente o homem, fazendo com que os mais inibidos fiquem mais relaxados na hora da conquista e blá,blá,blá…, essa história já é mais do que conhecida. inclusive pesquisas científicas provaram que os homens considerados bebedores moderados possuiam um desempenho sexual melhor do que os abstêmios. Mas como estamos tratando de pessoasalcoolistas, ou seja, doentes alcoólicos, temos que levar em consideração o alto consumo de álcool, o que ocasiona severas disfunções sexuais.

O álcool interfere diretamente na função sexual masculina, podendo causar infertilidade por meio da atrofia das células produtoras de testosterona, levando a uma diminuição dos hormônios masculinos (o que contribui no surgimento da impotência) e até mesmo no aparecimento dos casos de ginecomastia, ou seja, o aumento das mamas no corpo do homem (quer coisa mais broxante que isso?). Sem contar os danos causados diretamente nos nervos ligados à ereção, o que leva a um quadro patológico. Vale ressaltar também os danos causados nas mulheres, tal qual a alteração da produção hormonal feminina, e consequentemente mudanças no ciclo menstrual, infertilidade e características sexuais femininas afetadas.

Contudo, as  disfunções sexuais oriundas do psicológico do alcoolista são as mais preocupantes. A mudança de comportamento do paciente alcoólico após a bebedeira, transformando-o em uma pessoa socialmente agressiva, é digna de atenção especial. Quem nunca viu em um noticiário ou ouviu falar da típica história do homem que bebe demais, sai do bar, persegue e estupra uma mulher, muitas vezes a matando. Com muita freqüência a bebida parece responsável pela desinibição e liberação de comportamentos violentos e sexualmente agressivos, e essa é uma situação que deve ser combatida em sociedade.

Beber moderadamente só estimula o prazer, seja ele sexual ou não, e é a bandeira que a equipe etilicos.com“levanta”. Esse é um “instrumento” feito para você, que leva uma vida “para cima”, gosta de estar sempre“por dentro” das novidades etílicas e que é esperto o suficiente para saber que encher a cara, tomar atitudes de mané, e por a culpa no álcool é coisa pra “jumento”.

Lembre-se: jogue “duro” contra o alcoolismo! um abraço a todos.

Fonte: www.etilicos.com