contos

Conto erótico escrito pelo leitor e colaborador The Tank

A índia

 

Ela estava apressada, o dia prometia. Já eram quase 07:00 horas da manhã e o tempo corria mais do que metrô no qual ela se encontrava.  Pelo andar da carruagem, ou melhor, pela locomoção do transporte público, seria impossível chegar no horário no serviço.

Já na primeira parada, ele entrou no vagão, imediatamente notou aquele belo corpo, magro, barriga “seca”, mas com um quadril notável, o qual ressaltava as curvas lindas naquele corpo moreno. Ele analisou cada centímetro da moça, cabelos lisos até a cintura, pele jambo quase negra, olhos redondos e negros, boca carnuda, seios irremediavelmente pequenos, mas no tamanho perfeito para que completassem a extensão de sua mão, cintura fina, quadris largos, coxas grossas e panturrilha bem torneada, não só pelo destaque que recebia da utilização do salto alto, mas da própria genética. Leia mais…