Parece que fazer sexo no ônibus é uma grande tara que envolve muitos brasileiros, ou seria talvez o abuso sexual e a cultura do estupro, ou curiosidade que tenha atraídos a fazer a tal busca?

As mulheres a muitos anos buscam por mais liberdade e direitos iguais, mas é no transporte público que se pode notar que esta conquista ainda está muito longe de ser alcançada, principalmente porque a violência a mulher aumenta todos os anos.

Em buscas dos direitos das mulheres deve estar também o respeito e sua segurança, entenda mais.

 

O aumento da busca pela palavra ônibus no Xvideos é ruim

Recentemente casos de estupros em ônibus tem sido divulgados na mídia e em redes sociais, mas os fatos não provocaram somente reações de revolta, mas de curiosidade, e no site xvideo, é o no momentos a tag mais procurada.

A situação é bastante preocupante, pois denúncias de abusos sexuais tem aumentado muito e casos de estupros em locais públicos tem acontecido 1 a cada 11 horas, segundo a GloboNews. Por aí dá para entender que não é só curiosidade, que fez a busca no Xvideos aumentar.

Entre as buscas e vídeos divulgados estão: “encoxadas”, “beijos a força”, “flagrante de mulheres sendo abusadas”, “novinha pagando peitinho no ônibus”, todas remetem a abuso sexual.

O maior problema no entanto é que os vídeos em sua maioria são de abusos e flagrantes reais de estupro.

 

O alerta nas redes sociais

Existe uma alerta no Facebook, sobre a violência contra a mulher em transporte público, que só aumenta, onde muitos homens acreditam que as mulheres devem estar a sua disposição e o pior acreditam que são elas as causadoras da violência que recebem.

O pensamento assim fere a mulher impacta em suas escolhas, violentando não só o corpo, mas sua liberdade, dignidade e direitos. A preocupação das autoridades não estão no entanto na busca no Xvideos somente, mas na segurança das mulheres.